Exibindo: 1 - 6 de 24 RESULTADOS
person stands on brown pathway
Crônicas e Contos

Que bom que tenho a mim

Caminhadas me acalmam, me ajudam a pensar e devolver as ideias para o lugar. Consigo jogar no lixo as paranoias e entender mais sobre mim. Cada dia é uma reflexão diferente e, hoje, lembrei de como é importante ter com quem contar quando tudo desmorona. Quando outros abandonam. Quando a dor corrói. Quando… a ponta …

two women sitting on chairs beside window
Crônicas e Contos

Pessoa com medo de barata

Saiu do banho, pegou a toalha e deu uma sacudida, olhou um lado, depois outro. A Flávia já devia estar esperando lá fora, por isso precisava se vestir rapidinho, pensou. Deu aquela vistoriada no cômodo, pegou os sapatos, bateu no chão na vertical, depois na horizontal, tudo certo.  Finalmente estava pronta para sair. Abriu a …

Crônicas e Contos

Quando a vida me pertencia

Já está quase na hora de levantar. O sol bate na janela e a luz reflete por todo o quarto, é um daqueles dias que seria bom aproveitar. Gostaria de levantar antes, mas tenho que esperar a Débora vir me ajudar. Detesto essa dependência, detesto o fato de precisar sempre dos outros para conseguir fazer …

person holding chopping board with sponge cake
Crônicas e Contos

A FÁBRICA DE BOLOS

Mas nem sei o que é bolo! Conheço torta, mousse, pavê e até aquele com nome difícil, como é mesmo o nome? Profiterole, filho.  Então… esse aí também. Sei que quando tenho vontade vou lá na doceria, mas bolo? Nunca vi, nem sei que gosto tem. Só tô te dizendo que é o que eu …

Rua Vazia - suspense - Mundo Hipotetico
Crônicas e Contos

Dois reais para comprar um lanche

Atenção: esta história possui um teor de suspense Era mulher e jovem. Caminhava às 5 da manhã pelas ruas desertas e escuras, não por opção, mas porque precisava. Levantava cedo para viajar até o outro lado da cidade, num percurso de 3 horas e trabalhar como diarista. Precisava, pois sustentava sua mãe inválida e seu …